| QUERES CASAR COMIGO TODOS OS DIAS, BÁRBARA? |

06:56 Beatriz Baptista 2 Comments


Está na hora de mais uma book review ! O livro que vos trago hoje chama-se "Queres Casar Comigo Todos os Dias, Bárbara?" do escritor português Pedro Chagas Freitas.






Ai... por onde começar? Para mim este livro marcou-me muito, li-o em 2 dias e nunca me fartei dele. É uma daquelas obras que nos tocam o coração e sem dúvida que quero re-lê-lo noutra fase da minha vida para ter uma visão diferente.




Na sua apresentação, Pedro diz  que "acredita que o país perfeito é a Lamechalândia. E vive por lá todos os dias.", ou seja, este livro é suuuuuper lamechas, mas como a linguagem é tão "normal", quase que sentimos o que as personagens sentem, acho que todos devem dar uma oportunidade a este romance "emocionante, sensual e doce", contado a duas vozes e "tremendamente intenso.".


Como podemos ver pela capa, há 2 partes, ambas são compostas por muitíssimas dedicatórias dele e dela, reflexões e descrições sobre o casal, a vida, a morte, o envelhecimento, entre muitos outros assuntos. 

São inúmeras as citações interessantes que podemos retirar do livro, que me deixaram horas e horas a pensar nelas...  

"Dói tanto saber que um dia acabamos como é feliz saber que existimos, se calhar a vida é má por culpa da impossibilidade de ser para sempre, e se calhar é por isso mesmo que é boa, somos raros e somos felizes."

"Todas as alegrias têm um pedaço de medo, ou mais do que um pedaço, nenhuma alegria subsiste sem medo, choro de medo de não te ter."

"Amar é uma forma de saudade que não passa, uma saudade insaciável. Se não é saudade não é amor."

"A felicidade é uma soma significativa de coisas insignificantes."

"É tão necessário o mistério, o que fica por dizer, o segredo é o suporte maior da felicidade mundial, soubéssemos todos o que todos sabem e o mundo não duraria um dia."

"Aumentar um amor é dar-lhe a importância toda que tem sem deixar de não lhe dar importância nenhuma. Amamo-nos com toda a naturalidade."

"O grande amor é o que resiste às pequenas coisas que todos os dias o querem impedir de crescer."

"A vida acontece mais do que tudo naqueles momentos que não fazes a mínima ideia do tempo que demoraram. A felicidade tem tudo menos relógio."

"Os amores perfeitos duram pouco. Os amores perfeitos são passageiros. Os eternos exigem dedicação. Exigem construção. Há que carregar muitas pedras às costas para construir um amor eterno."
"O amor é bem capaz de ser a sensação de que podemos cair e nem isso nos fazer parar."

"O amor é bem capaz de ser a melhor maneira de nos encontrarmos connosco. Preciso de ti para saber de mim."

"O amor sabe ao começo das férias grandes, o calor a aparecer e possibilidades infinitas à frente, o dia acaba quando adormecemos, mas quando adormecemos adormecemos juntos, e então não acaba nada."

"Amar é estar, antes de mais nada amar é estar, é procurar nos momentos mais desprotegidos quem se ama e quem se ama estar lá."

"Desisti de pensar no sentido da vida. Parecendo que não, impedia-me de fazer outras coisas que pudessem dar um sentido à vida."


"Ser feliz é adiar o futuro a toda a hora, guardá-lo num espaço onde não está o que agora somos, o segredo não é viver o agora, é só ter o agora."


"Metade da felicidade consiste em conhecermos os nossos limites. E a outra metade consiste em desrespeitá-los."


"A grandeza vê-se na maneira como não se gosta, no que se faz quando não se gosta, é tão mais fácil ferir, e não é por acaso, só um homem grande tem tudo para ferir e não fere, e é por isso que é grande."

"Se os sonhos têm de ser perseguidos, porque estás aqui parado a ler isto?"


"O amor é bem capaz de ser a melhor maneira de ser ridículo."

"A felicidade é o excesso na medida certa."





O que gostei mais é a abordagem lamechas da vida de uma forma plausível, em que um final feliz não é garantido mas é possível com esforço (e amor), viver a 2 nem sempre é um mar de rosas, mas às vezes é isso e muitos mais!

Concluindo, recomendo vivamente este livro por todas as razões, nem que seja para dizerem que não gostaram (o que não acredito que aconteça) e sem dúvida que vou querer ler mais livros deste maravilhoso autor, Pedro Chagas Freitas!




Boas leituras! xx




| Beatriz Baptista | 


2 comentários:

  1. Admitimos que andamos para ler um livro deste escrito há já algum tempo, mas é tão grande... E ainda não conseguimos alcançar se gostamos de facto desta escrita, sem pestanejar... Ainda temos muito por pensar :P
    Mas gostámos desta review!

    - Ela e Ele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Li um bocadinho do prometo falhar e n achei tão giro, mas este amei completamente ! Obrigada xx

      Eliminar